Os Vestidos de Patrícia Bonaldi

Em julho deste ano, eu serei madrinha de casamento. E aí que descobri que não gosto (ou não gostava) dos tradicionais vestidinhos alugados que a gente encontra por aí. Com isso teve início a minha busca por algo diferente.
Zapeando pela net em busca de inspiração encontrei ela, a diva brasileira dos vestidos de festa… Com vocês… Patrícia Bonaldi…

image

Foi um pouco sem querer que a mineira Patricia Bonaldi deu início ao negócio que, mais tarde, levaria seus bordados e suas pedrarias mundo afora. A estilista ainda estudava direito na Universidade Federal de Uberlândia, sua cidade natal, quando abriu a primeira loja, uma multimarcas, em 2002, que levava seu nome. “Na infância, minha mãe me levava para escolher tecidos, já que fazíamos as roupas na costureira, um costume em Uberlândia. Amava esses momentos, mas nunca imaginei a moda como profissão”, confessa. O hábito de encomendar peças sob medida atrapalhou os negócios. “Logo que abri a loja, as pessoas não compravam muito porque tinham suas costureiras de família”, conta. Ela decidiu, então, se adaptar ao mercado mineiro. Começou a customizar roupas e mergulhou de vez nesse universo, abandonou a faculdade no quarto ano e resolveu estudar moda.
Patricia notou que suas criações estavam no caminho certo quando, depois de uma curadoria do Minas Trend Preview, expôs seu trabalho no salão de negócios da semana de moda mineira. O resultado? “Mais de 30 lojas levaram minhas peças para suas araras.” Então, a festa estava armada. “Sempre fiz vestidos de gala porque sentia falta disso”, diz. Os bordados, as rendas e os detalhes, herdados do preciosismo mineiro, são feitos a mão. Atualmente, mais de 500 bordadeiras trabalham na grife. O sucesso das pedrinhas costuradas uma a uma é inegável – além das lojas de Uberlândia e São Paulo, há um ano a estilista conta com um corner na luxuosa Harrods, em Londres. E a segunda filha, a PatBo, já segue os passos da primogênita. “A PatBo é mais fashion. Tenho liberdade para criar camisas, shorts e vestidos que não precisam necessariamente de uma festa para serem usados.”

Olha quanta imspiração…

image

image

image

image

image
image

image

image

image

image

FONTE: Texto Revista Elle, imagens Google.

(Bia K.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s